Notícias

Curso de Fisioterapia: saiba sobre sobre o curso, mercado de trabalho e muito mais

Atualizado: Abr 27

O profissional que faz o curso de Fisioterapia é o responsável por atuar na prevenção e tratamento de lesões ou distúrbios que afetam os movimentos do corpo humano.


É importante você saber que o trabalho de um fisioterapeuta vai muito além de aplicar massagens. Ele oferece tratamento específico focado na reabilitação ou recuperação de seus pacientes.



fisioterapeuta atuando com paciente

A Fisioterapia é a área da saúde que estuda, identifica, previne e reabilita distúrbios de movimento e funcionais de órgãos e sistemas. O profissional que conclui o curso de Fisioterapia tem como principal função promover a saúde e qualidade de vida das pessoas.


Se você está em fase de escolher a carreira e já pensou em fazer o vestibular de Fisioterapia, continue a leitura e conheça melhor essa profissão.


O curso de Fisioterapia


O curso de Fisioterapia é um bacharelado com média de duração de quatro a cinco anos. O estudante que é aprovado no vestibular de Fisioterapia se prepara para atuar nos mais variados níveis de atenção à saúde.


A graduação é generalista para que o futuro fisioterapeuta possa se especializar na área em que mais se identificar. A estrutura curricular, por exemplo, conta com disciplinas de Anatomia, Biologia Celular, Cinesiologia, Biomecânica, Fisiologia.


Além disso, o estudante do curso de Fisioterapia aprende sobre as diferentes áreas de atuação, tais como: Ortopedia, Traumatologia, Neurofuncional, entre outras.


Como vimos, a grade curricular envolve conteúdos teóricos e práticas laboratoriais e assistenciais para que o estudante experimente o dia a dia da profissão. Para isso, é importante que os laboratórios sejam bem equipados.


Por exemplo, na Faculdade de Ciências Médicas e da Saúde – Suprema, os estudantes já iniciam a prática nos primeiros período, com a metodologia ativa de ensino aprendizagem. Mais a frente, voltamos a falar sobre a escolha da instituição.


Agora, vamos voltar ao tema deste artigo, ou seja, o curso de Fisioterapia e a importância para a saúde e sociedade.


O que faz um fisioterapeuta?


Muita gente liga a carreira do fisioterapeuta somente ao atendimento em casos de reabilitação. Entretanto, as áreas de atuação são amplas. Tanto que o Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (COFFITO) reconhece as seguintes especializações:


• Acupuntura

É a estimulação de pontos do corpo com agulhas para tratamento de disfunções, prevenção de doenças e redução de dores. Prática que teve origem na Medicina Oriental.


· Fisioterapia Aquática

O uso da água no tratamento da dor, fortalecimento muscular, recuperação articular, melhora postural e recuperação respiratória. Como exemplo de atividades, há a hidroterapia e crioterapia.


· Fisioterapia Cardiovascular

Tratamento com pacientes em casos como Infarto Agudo do Miocárdio, Insuficiência Cardíaca, Miocardiopatia, Cirurgia Cardíaca, Doença Arterial Obstrutiva Periférica e outras. São aplicados exercícios respiratórios e de fortalecimento muscular.


· Fisioterapia Dermatofuncional

Tratamento e recuperação da pele, por patologia ou estética, como estrias, manchas, feridas, cicatrizes, pós-cirúrgico. Essa área utiliza técnicas como eletroterapia, drenagem linfática, fototerapia, liberação miofacial, termoterapia.


· Fisioterapia Esportiva

Acompanhamento de esportistas para prevenir, tratar e promover o retorno dos atletas às suas atividades. Minimiza os impactos dos esportes, auxiliam na manutenção ou melhora do condicionamento físico e tratam as lesões.


· Fisioterapia em Gerontologia

Promove um envelhecimento saudável do idoso, trabalhando o fortalecimento muscular e melhorias nas funções cardíaca, respiratória e motora. Também busca o aumento da imunidade e equilíbrio.


· Fisioterapia do Trabalho

Previne e trata lesões adquiridas por esforço repetitivo e postura inadequada, promovendo atividades para melhorar a saúde no ambiente de trabalho.


· Fisioterapia Neurofuncional

Promove a autonomia ao paciente com doenças ou disfunções neurológicas ou degenerativas. São tratadas limitações neuromotoras ou físicas causadas por Acidentes Vascular Encefálico (AVE), Esclerose Múltipla, Autismo, Distrofia Muscular, Paralisia Facial, Paralisia Cerebral, Mal de Alzheimer, Mal de Parkinson, Microcefalia, Traumatismo Craniano e diversas outras patologias.


· Fisioterapia em Oncologia

Busca a melhora na qualidade de vida do paciente com câncer. Essta área está presente no pré e pós-operatório de diferentes tipos de câncer, além de aliviar dores, restabelecer movimentos e fortalecer a musculatura.


· Fisioterapia Respiratória (Pneumofuncional)

Trabalha com a prevenção, recuperação e manutenção do sistema respiratório. Doenças como Fibrose Cística, Fibrose Pulmonar, Pneumonia e Insuficiência Respiratória estão entre as enfermidades tratadas pelo fisioterapeuta.


· Fisioterapia Traumato-Ortopédica

Trata as disfunções musculoesqueléticas e problemas que podem ser causados por lesões, doenças ortopédicas e traumatismos.


· Fisioterapia em Osteopatia

Promove a manipulação musculoesquelética (músculos, ossos e articulações) para correção postural, tratamento de doenças e alívio de dores.


· Fisioterapia em Quiropraxia

Voltada para a reabilitação física, que envolve os sistemas nervoso, muscular e esquelético em seu tratamento. Busca minimizar o uso de medicamentos. Os principais métodos são massagens e manipulações.


· Fisioterapia em Saúde da Mulher

Tratamento de disfunções uroginecológicas como incontinência urinária e, até mesmo, cólicas menstruais. O fisioterapeuta também atua no processo de gestação, auxiliando para o parto com exercícios de alongamento, respiração e relaxamento.


· Fisioterapia em Terapia Intensiva

O fisioterapeuta atua junto com outros profissionais nas UTI’s, com técnicas para a manutenção da respiração e batimentos cardíacos do paciente, além de prevenir complicações circulatórias, musculares e na pele devido ao tempo em que a pessoa fica internada.


Como está o mercado de trabalho para quem faz o curso de fisioterapia?


Em todas as especialidadades, o fisioterapeuta pode atuar em hospitais, clínicas, consultórios, centros esportivos, academias, empresas, homecare e também na área de ensino.


Outras possibilidades se mostram promissoras, como é o caso da Fisioterapia Dermatofuncional, proporcionada pelo crescimento das clínicas de estética.


Além das possibilidades que já citamos de atuação no mercado de trabalho, uma delas é o atendimento homecare, em que o fisioterapeuta trabalha de forma autônoma, com atendimento em casa. Com isso, ele consegue ter mais flexibilidade na carreira.


Vale destacar que o mercado de trabalho mudou drasticamente neste ano, em decorrência da pandemia do coronavírus. Empresas e profissionais tiveram que se adaptar rapidamente ao novo cenário.


E a fisioterapia passou a ser ainda mais necessária, aumentando a demanda por profissionais no mercado. Do pronto atendimento até a pós-internação, fisioterapeutas desempenham um papel fundamental para impedir complicações cardiorrespiratórias. Por conta disso, a fisioterapia em terapia intensiva é a área de maior expansão.


Além de estar entre as áreas mais bem pagas da fisioterapia em 2020, o fisioterapeuta respiratório também foi o terceiro profissional da área mais contratado.


O piso salarial dos profissionais que fazem o curso de fisioterapia é definido pelos sindicatos da categoria em cada estado. Na maioria deles, a remuneração gira em torno de R$ 3 mil.


É importante que os profissionais entendam que a graduação é somente o início da carreira. Para aprimorar os conhecimentos e aumentar o ticket médio, o fisioterapeuta deve investir constantemente em cursos de capacitação e especiallização. A Faculdade Suprema oferece, inclusive, diversos cursos de pós-graduação na área de Fisioterapia.


A importância da Fisioterapia em tempos de pandemia



fisioterapeuta atuando na UTI covid

A Covid-19 trouxe à tona o papel fundamental da Fisioterapia. Em função da pandemia, o Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (COFFITO), permitiu a tele fisioterapia, possibilitando que pacientes do grupo de risco, como os idosos, continuem sendo assistidos.


O profissional que faz o curso de fisioterapia tem papel fundamental tanto no início do tratamento como na recuperação do paciente com Covid-19. Esta atuação acontece desde a a assistência ao paciente crítico (intubação, ventilação mecânica e mudanças de decúbito) até procedimentos de terapia para remoção de secreção brônquica e melhora da função respiratória.


Estudos mostram que até 46% dos pacientes que foram hospitalizados por conta do coronavírus, apresentaram sequelas como fadiga, dispneia e dor torácica. Além disso, é comum apresentar fraqueza muscular, descondicionamento cardiorrespiratório, perda de equilíbrio, dentre outras.


Por conta dessas sequelas, a fisioterapia respiratória é de fundamental importância na reabilitação do paciente pós-covid-19. O tratamento auxilia na melhora da dispneia, previne complicações respiratórias, cardiovasculares, musculoesqueléticas e neurológicas.


Por fim, com o home office, as queixas de dores na coluna aumentaram mais de 40% durante o período de isolamento. Portanto, mais pessoas estão buscando tratamento para uma melhor qualidade de vida, incluindo a osteopatia.


Curso de Fisioterapia da Suprema


O curso de Fisioterapia da Suprema conta com laboratórios de Habilidades com amplo espaço e equipamentos modernos que possibilitam aos estudantes um aprendizado embasado nos mais altos conceitos clínicos e científicos.



Curso de Fisioterapia da Suprema


A Suprema conta com um hospital de ensino conveniado que serve de campo de atuação nas enfermarias e nas Unidades de Terapia Intensiva adulto e neonatal.


É válido destacar os campos de estágio próprios, como a clínica escola de Fisioterapia, que atende pacientes de diversas regiões de Juiz de Fora nas áreas de traumato-ortopedia, neurologia adulto e pediátrica, respiratória e cardiologia. São oferecidas outras áreas de estágio como em geriatria, hidroterapia e desportiva.


Portanto, se o seu sonho é ingressar no curso de Fisioterapia da Suprema, esta é a oportunidade. A faculdade está com inscrições abertas para o Vestibular de Fisioterapia. As inscrições podem ser feitas até o dia 03 de maio.

172 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

1/2
b2.jpg
b3.jpg
b4.jpg